quinta-feira, 21 de novembro de 2013

#12 Padrinhos e madrinhas

Quem escolher para padrinhos? Eles tem que ser casados? Posso chamar uma pessoa casada para fazer par com outra pessoa?

Quando decidimos casar, eu já tinha uma lista de algumas pessoas que escolheria para padrinhos. Pessoas que eu gostava muito. Logo surgiu a dúvida: Posso misturar casais?

Perguntei para muitas pessoas e obtive as mais diversas respostas: "pode misturar se não forem casados", "não pode misturar", "misture sem pensar duas vezes, o casamento é seu". Enfim, fácil decidir, não é? Eu resolvi seguir o seguinte critério: Eu não separaria casais casados, salvo uma exceção. Eu entrei na igreja com meu avô, então minha avó ficou sem par, então coloquei ela para entrar com meu amigo. Deu tudo certinho. Enfim, com relação a arrumar pares nós misturamos tudo. Entrou meu padrasto com a avó do Bruno com meu padrasto, minha avó com meu amigo, as primas dele com amigos dele.



Agora, meninas, acho que eu e o Bruno cometemos um erro crucial: Escolhemos pessoas importantes para nós individualmente, não como um casal. Entendam que o resultado disso foi que uma das pessoas não necessariamente apoiava nosso casamento. O que fez que com UM DIA antes do casamento essa pessoa tenha ligado para o noivo para falar mal de mim! Foi uma confusão mas, graças ao apoio das bridesmaids e do noivo, deu tudo certo. Ou mais ou menos, né, porque no dia do casamento, na festa, ainda fui incomodada com esse assunto mais de uma vez.

Enfim, meninas, escolham pessoas que apoiem o casamento de vocês, que estarão verdadeiramente felizes com a união e, principalmente, pessoas que entendam que esse é o dia de vocês, pessoas que consigam sair dos holofotes e fazer de tudo para que vocês tenham um dia mágico. Infelizmente, mesmo estando cercada de pessoas assim, alguém realmente criou uma situação ruim antes e durante o casamento. Pensem muito bem quem chamar, nem todos os melhores amigos servem para o trabalho de padrinhos.

Agora, sobre algo positivo, a lembrancinha dos padrinhos. Eu e o Bruno demos a sorte de encontrar uma loja de gravatas que estava fechando, então pagamos cerca de 20 reais por gravatas de seda, então esse foi o presente dos padrinhos. Para as madrinhas, demos uma caneca. Foi simples, mas foi legal. Não tivemos como gastar muito com isso...

Ah sim, mais uma dica, avisem para os casais qual é o dresscode! Não corra o risco de madrinhas de transparente e padrinhos de branco.

A maioria dos padrinhos não participou tanto da organização do casamento, mas alguns participaram do flashmob e ajudaram bastante nisso, perdendo, inclusive, alguns fins de semana para ensaiar.

Até o próximo post: o chá de Lingerie!