quarta-feira, 6 de novembro de 2013

#5 A saga do vestido e do sapato



Olá novamente!!!
Hoje é dia de falar sobre a saga do vestido e do sapato. Minha saga na verdade não foi tão grande assim, mas já serviu para me desesperar.

Assim que reservamos a igreja eu já comecei a pensar em todos os passos que eu deveria seguir e um dos primeiros passos era: Vestido e sapato.

Um belo dia resolvi olhar no Iguatemi e ver se encontrava algo que me fizesse feliz. Achei um sapato bonito na Empório Naka, comprei e pronto. Simples, fácil. Há, pensei, organizar um casamento deve ser a coisa mais fácil do mundo.

Com o sapato comprado, lá fui eu atrás do vestido. Saímos eu e o Bruno pela rua das noivas para provar vestidos. Sim, eu e o noivo. Sim, tomei muitas broncas por fazer isso.

Provei um que achei ok e logo depois provei outro que eu gostei muito:


O problema é que ele era pesado demais e a cauda não era removível. Uma pena, porque ele era maravilhoso, mas eu não queria trocar de vestido. 

Logo depois fui a uma loja no Gilberto Salomão, eles tinham um vestido que eu AMEI! Fui muito bem atendida e o preço do vestido era valor de aluguel. 



Infelizmente esse também não deu certo, pois por votação da família ele foi um "não". 

Então combinamos de ir a Taguatinga dar uma olhada em vestidos. Não sei se foi falta de conhecimento de onde ir, mas achei muita coisa sem qualidade e quando eu achava algo melhor, nenhum era no estilo que eu queria. Eu sempre quis me casar com um vestido de princesa, apertado em cima, rodado na saia. Era o dia em que eu queria ser uma princesa, não uma sereia (vestido sereia não combina com meu corpo).

Saí de Taguatinga com vontade de chorar! Eu não tinha como pagar 10 mil reais para mandar fazer um vestido para mim!! 

Foi aí que uma amiga comentou que a Maria Virgínia iria fazer um bazar e que eu deveria ir lá olhar. Assim que o bazar começou, lá estava eu. Catei todos os vestidos que encontrei pela frente e fui provando... Até que eu achei o meu. Depois de provar esse vestido, nenhum outro me convenceu, nenhum me agradou. Eu nem queria olhar mais. Era o meu vestido, minha roupa de princesa.

 Passeando com o Bruno em um evento de noivas (fui em muitos), me deparei com o sapato da Carmen Steffens para noiva. Na realidade, fui lá no Stand porque eles estavam dando uma bolsinha dourada de graça e eu queria uma, mas assim que coloquei o sapato no pé foi amor à primeira vista. Fui na loja e o gerente conseguiu encomendar um para mim (aparentemente eles estavam parando de produzir). Alguns dias depois lá estava eu, com sapato e vestido comprados.





Se esse vestido e o sapato também são seu sonho, estou vendendo. ;)

Até o próximo post, onde falarei sobre a despedida de solteira!!

E para quem quiser seguir o Blog, há várias opções ali ----->

Até a próxima :)